Seja bem vindo

"Bem aventurados os irrepreensíveis no seu caminho, que andam na Lei do Senhor. Bem aventurados os que guardam suas prescrições e o buscam de todo o coração; não praticam iniquidade e andam nos seus caminhos. Tu ordenaste os teus mandamentos, para que os cumpramos à risca. Tomara sejam firmes os meus passos, para que eu observe os teus preceitos." Salmos 119:1-5



terça-feira, 29 de março de 2011

A música mundana x música evangélica


Como introdução desta matéria, já vamos iniciar definindo o que é uma e outra. Música evangélica seriam os cânticos, hinos e salmos entoados nas Igrejas ou feitos em Cd´s, com relação a experiências vividas dos crentes só com Deus em forma de louvores, dedicação, consagração, adoração e exaltação ao Altíssimo Senhor Deus; música mundana seria a chamada “música secular”, não os ritmos, porque nas Igrejas se cantam músicas de diversos ritmos, o que faz a diferença é para quem é dirigida à canção, e como é música mundana, o próprio nome diz que é para o mundo ou do mundo, sendo assim, tudo aquilo que não é para Deus, não é de Deus, e o que não é de Deus é do mundo.
No livro de Salmos vamos encontrar diversos versos em louvor e adoração à Deus, não só neste livro, mas em outras partes da Bíblia vemos Moisés, Miriam, Jeremias, Isaías, Ana, Maria, Zacarias, Jesus, Paulo, os apóstolos e até mesmo em Apocalipse o apóstolo João narrando em passagens do livro, onde todos os povos, línguas e nações dariam à Deus louvor e o adorariam com joelhos dobrados e ainda cita cânticos novos, específicos e dos anjos.
Com isto vemos claramente o quão importante é a música, pois ela traz uma ligação muito forte nos três níveis do homem, tanto no corpo, alma como no seu espírito. O diabo sabe disto, pois o mesmo era querubim (Ezequiel 28:14) que, como tal sabe que na presença de Deus os louvores são entoados, pois o Senhor habita no meio dos louvores (Salmos 22:3). Por isso vemos que na humanidade, em todos os cantos do planeta existem canções como uma forma mais alta de expressar algo à alguém (tanto com mensagens sentimentais como de protestos e ideologias).
É muito forte a influência que a música traz sobre o ser humano. Como mencionado acima, o diabo sabendo disto, tenta influenciar a humanidade com a música atingindo os três níveis do homem. Não existe um homem se quer que não tenha uma conexão musical (com algum gênero), seja axé, rock, sertanejo, funk, clássica, samba e outros. Em cada um destes, se tem cantores mundanos que expressão em suas composições mensagens.
O que é mensagem? Mensagem é o objeto da comunicação, informação, apresentação. Diante disto, a música acaba por se comunicar com seu ouvinte, e isso acontecendo diversas vezes introduzirá no mesmo algo que ela traz. Vemos por aí diversos grupos de fãs de determinado cantores ou bandas que seguem à risca tudo os que eles expressam em suas canções.
É notório ver que uma música sensual (letra e música) como o funk carioca, o axé da Bahia e o sertanejo universitário do centro-oeste, traga influencia para seus apreciadores no tocante sua mensagem. Basta observamos os bailes funk´s, só dá prostituição, sensualidade, depravação e o rebaixamento da mulheres a poses de humilhação, sadomasoquismo. O mesmo será com as outras que trazem o mesmo tipo de mensagem.
Outras músicas mundanas tem seu sentido mais voltado para o lado sentimental, romântico, enaltecendo o sentimento carnal de um ser humano por outro. Em outros casos, é protesto!
O que podemos resumir e chegar à uma conclusão, é que tudo isto foi feito tanto para a degradação do homem como para a exaltação dos sentimentos da humanidade, esquecendo assim de Deus.
Não é pecado escutar uma música do mundo, acredito que todos nós querendo ao não, acabamos por decorar algumas canções ao estarmos assistindo televisão, no carro de algum colega de trabalho, no ônibus ou em época de política (aqueles “sons” chatos), até mesmo quando você vai estudar música, tens que ouvir algumas para aprender os estilos.
O problema é quando (assim o pecado vem, pois nos afastamos de Deus) começamos a gostar de música do mundo, deixando de lado o louvor e adoração à Ele, sendo influenciados pelas idéias que as mesmas trazem. É IMPOSSÍVEL alguém que escuta música do mundo não cair na fé e se enfraquecer espiritualmente.
A maioria das composições de pessoas do mundo são de pessoas deprimidas, drogadas, promíscuas, homossexuais, que tem uma fé diferente da nossa, abominam os que seguem a palavra de Deus. Com tudo isto, não tem como não “pegar” o mesmo espírito, pois a música traz em si um discipulado. Por exemplo, se um determinado jovem alegre, socialmente normal, conversador, o mesmo se atém a ouvir música depressiva o dia inteiro, com toda certeza, ele se excluirá do convívio com os outros, será propenso a cometer suicídio e acabará por vivenciar aquilo que lhe é oferecido aos ouvidos.
Tem compositores mundanos que fazem músicas trazendo apologia às drogas (planet hemp, racionais mc´s, rappa), outros ao homossexualismo (Cazuza, Legião Urbana, Cássia Eller, Adriana Calcanhoto), suicídio (Evanescense, Kiss, Marilyn Manson), violência (Iron Maiden, Black Sabbath, Rage Against the Machine), sem contar os sertanejos que é uma completa indução às pessoas a terem uma baixa estima, serem dadas ao alcoolismo e adultério.
Eu lhe pergunto, o que de bom foi citado acima nos exemplos, para a vida de um crente no Senhor Jesus? Como que uma pessoa ao ouvir este tipo de música, não sofreria influencias demoníacas em sua vida?
A resposta para essas perguntas são simples. Não tem nada de bom e é impossível o crente não ser atacado por demônios. Uma pessoa que ao entrar em seu veículo ou em sua casa, sempre se apega a músicas mundanas para relaxar, pensar, distrair ou mesmo para ouvir algo que agrade seus ouvidos e também que fale de sua dor, será bombardeada pelo mesmo sentimento de quem compôs aquelas canções.
Para terminar, é necessário para o crente entender, que ele foi chamado não para receber glória, mas para dar a Glória UNICAMENTE à Deus (Salmos 149:1 e Apocalipse 5:13).
Depois do dia do Juízo Final, muitas coisas deixaram de existir e serem feitas, mas o Louvor e a adoração continuarão, pois ela (a música) existe antes da fundação da Terra e continuará depois dos tempos e épocas. A toda música seja dada ao Rei dos Reis e Senhor dos Senhores, que elas contem dos seus grandes feitos e maravilhas, da multidão de suas misericórdias. A música é uma oração cantada, e toda oração tem que ser dirigida ao Criador dos céus.
Da mesma forma que um que escuta músicas do mundo recebe seus espíritos, o que escuta músicas para Deus recebe do seu espírito. E aí, quer receber o espírito que está sobre a Lady Gaga ou o Espírito Santo que está sobre a vida de algum adorador do Deus Altíssimo?
Deixo aqui na parte final, algumas referências bíblicas sobre o tema:
Salmos 79:3; Salmos 104:33; Salmos 149:6; Provérbios 27:21; Jeremias 17:26; Salmos 98:4; Salmos 47:7; Salmos 30:12; II Samuel 22:50; Êxodo 15:11; Lucas 19:37; Tiago 5:13.
Que ao cantar altos louvores ao Senhor, que seja derramado sobre ti o Seu Espírito, com canções de graça e súplicas.
Só à Ele seja da a Glória, a honra, força, louvor e adoração para sempre e sempre, amém.

segunda-feira, 21 de março de 2011

Por que não vemos mais milagres hoje em dia?


Creio que assim como eu, alguma vez na sua caminhada de fé, já se fez este tipo de indagação. Por que não vejo milagres? Quem hoje em dia tem este dom? Antes de responder isso, vamos fazer, a priori, uma pequena análise sobre o tema.
Quando falamos milagres, erramos ao generalizá-lo. Milagre (especificamente falando) é algo extraordinário, como o mar se abrir, Jesus andar por sobre as águas, um morto ressuscitar, fogo descer do céu, fazer parar de chover ou fazer chover, transformar a água em vinho, multiplicar alimentos e por aí vai. O que estou dizendo é que, as pessoas quando pensam em milagre, englobam outras coisas como cura divina, sinais e libertação.
Diante do exposto acima, vamos englobar tudo na palavra “milagre”, que mesmo assim, voltaremos à pergunta do tema, não vemos hoje em dia curas, sinais, milagres e nem libertação (O que acontece na Igreja Universal não conta e nem muito menos é libertação).
O que está acontecendo ou o que não está acontecendo conosco que tais manifestações sobrenaturais bíblicas não se realizam em nosso meio? Qual é o problema da Igreja?
O problema em não experimentarmos mais isto, é que a Igreja não busca o que a Igreja do primeiro século buscava.
A Igreja do primeiro século buscava muito ganhar vidas, transformar nações, amar os perdidos, pregar o evangelho verdadeiro do Senhor Jesus, todos oravam, conheciam a palavra de Deus, e tinham um grande interesse na manifestação dos dons sobre eles.
E o que vemos hoje?
As Igrejas estão bem mais preocupadas com sua vida financeira (não que isto não deve ser pregado ou focado em ministrações, pois a própria palavra nos ensina sobre prosperidade) do que qualquer outra coisa!
Vem um “evangelista” na sua Igreja, e você pensa que verá muitos milagres, o sobrenatural de Deus vai vir em nosso meio. Mas o que presenciamos é na maioria uma pregação rasa, porém bem eloqüente, com um tema bem conhecido, falando sobre melhora de vida através do sacrifício (oferta específica na campanha dele). Esse tal evangelista, não dá uma palavra de salvação, não faz apelo, não prega sobre mudar de vida e o pior, PIOR, P  I  O  R...... tentam imitar o pessoal da Igreja Universal nos exorcismos e oração de cura com milagres para lá de estranhos. Fico me perguntando: Será que não tem mais homens de Deus para servir de exemplo? Por qual motivo os pregadores e Igrejas tendem a imitar o Edir Macedo e sua corja? Fica aí a pergunta.
Voltando ao tema e deixando de lado esses “picaretas da fé”, nós como povo de Deus precisamos sentir a necessidade da busca desses dons que são mais “importantes” ou tidos como melhores. Em 1 Coríntios 12:27-31, vemos ali uma lista de dons que servem para a edificação da Igreja, no qual entre eles está a operação de milagres, dons de curar, que sabemos muito bem que se alguém os tem, com toda certeza arrastará multidões, assim como foi com o Senhor Jesus, as multidões em sua maioria não o seguia para ouvi-lo, mas sim para ver ou receber seus milagres e curas.
Na atualidade, a Igreja busca os perdidos com métodos que não foram ensinados na Bíblia. Acham que fazendo shows, trazendo bandas famosas ou cursos especiais, estarão fazendo um evangelismo eficaz.
Imagina se usássemos o evangelismo usado pelos Apóstolos? A oração fervorosa, a busca intensa pelos dons, uma fé inabalável, ousadia, pregações em grupos casa (células), santidade, consagração. Se tivermos tal pensamento, esta Igreja terá um crescimento explosivo tanto em unção como em vidas salvas para o Reino de Deus.
A Igreja tem que experimentar do sobrenatural. O ministério do Senhor Jesus e de seus discípulos, foram repletos do poder de Deus no meio deles. Onde o poder de Deus está afluindo (isto inclusive nas pregações), as multidões vão até lá.
Quando sentirmos necessidade de ganhar vidas através dom bom e verdadeiro evangelho, o testemunho Divino será confirmado através dos seus vários sinais e milagres (Hebreus 2:4).
Tenha em mente também que a busca por esses dons, servem para sua progressão na fé e edificação do corpo de Cristo com dito em 1 Coríntios 14:12. Sempre ao buscar ter um dom como o do tema em questão, nunca pense que ele é para você, para sua exaltação, fama e orgulho, mas sim para a edificação do povo escolhido de Deus, se não tiver este amor pelos perdidos e visão para o crescimento da Igreja de Deus, de maneira nenhuma o Senhor concederá tal poder, pois como preconizado no Salmo 139, “Ele conhece o nosso coração e nos sonda”, e Deus jamais entregará tal poder se o mesmo não andar em retidão para com Ele.
Assim como já dito que os evangelistas de hoje imitam aqueles que comercializam a fé e os “dons”, o que tem desejo de receber tal poder não poderá depois exultar em seu coração (já vi isto) que de agora em diante tem que “pagar para ver”. O que de graça ele recebeu, de graça tem que dar, para não ter o mesmo espírito de “Simão o mágico” que tentou comprar por dinheiro o poder do Espírito Santo.
Concluindo, busque sempre os melhores dons e tenha em mente e no seu coração que os sinais acompanham aqueles que crêem e o temem, e principalmente amam a Igreja e os perdidos.
Que Deus faça descer sobre ti, o seu Espírito e lhe dê a unção para operar através de seu poder os milagres que tanto a Igreja precisa presenciar e ter em seu meio.

sábado, 19 de março de 2011

A origem do pecado e Crentes com a mente fraca!!!

Estas são as duas primeiras mensagens que postei no canal do Templo Jovem Virtual. Agora estarei colocando aqui no blog e no canal.

A origem do pecado:
video


Se você quer assistir direto do you tube, clique aqui:
http://www.youtube.com/watch?v=fxWRaGjtY_c

Crentes com a mente fraca:

video

Se você quer assistir direto do you tube, clique aqui:
http://www.youtube.com/watch?v=jZicZETNYLs

Em breve mais um vídeo mensagem: "O pecado imperdoável".

E no Blog a mensagem: " Por que não vemos mais milagres hoje em dia?".

Comente, deixe seu recado e faça pedidos.

Que o Senhor Jesus nos ilumine sempre! Paz

A origem do pecado


Foi postado no Canal do Templo Jovem Virtual no You tube o mais novo vídeo mensagem com o Pr. Samuel.

Nele foi tratado o tema "A origem do pecado", abordando a desobediência do homem no Éden, ao escolher a morte em vez da vida.

Eis o link:
http://www.youtube.com/watch?v=fxWRaGjtY_c

Confira o vídeo.

Em breve, mais uma vídeo mensagem: "O pecado imperdoável".

Paz!!!

sexta-feira, 11 de março de 2011

Namoro, noivado e casamento, o que a Bíblia diz?


O tema foi posto nesta ordem por ser atualmente a maneira gradual para se chegar ao casamento. Porém, para o bojo da matéria a ser analisada, começaremos com casamento, noivado e finalizaremos com o namoro.
Casamento: para início de conversa ele foi instituído por Deus no Éden, e Ele mesmo celebrou a união entre homem e a mulher dizendo que ambos eram agora uma só carne (Gênesis 2:24). O casamento é um prelúdio ou um simbolismo de Cristo e a sua Igreja. Assim como Cristo amou sua Igreja, o esposo deve amar sua esposa, entendendo que ela é a parte mais frágil, e da mesma sorte, a mulher deve respeitar seu marido, pois ele é o sacerdote da casa.
Ora, o casamento é algo abençoado por Deus, sendo o início de formação para a família (pai, mãe e filhos), e como bem preconiza a palavra de Deus, a família é a base que o Ele usa para sarar nações, como fez com Israel (as 12 tribos ou famílias de Israel) e em Gênesis 12 ao chamar Abrão para uma grande promessa, Ele diz que nele seriam benditas todas as famílias da Terra.
Vemos também que o primeiro sinal realizado por Jesus foi em um casamento, em Caná da Galiléia (João 2:1-12), deixando claro a benção para o casamento, transformando a água em vinho, sendo que o último simboliza a alegria que em todo o casamento tem que haver.
Ainda em Hebreus 13:4 que diz: “Digno de honra entre todos (os deveres sociais) seja o matrimônio (casamento), bem como o leito sem mácula (sem traição, infidelidade); porque Deus julgará os impuros e adúlteros” – Obs.: os grifados em vermelho são comentários do autor).
Fugindo um pouco da Bíblia, até mesmo no Código Civil Brasileiro, o casamento é lembrado como o “estabelecedor da comunhão plena de vida”, art. 1.511 do CC e diz mais, no art. 1.513 do CC se proíbe a interferência do Estado na família, ou seja, até o direito dos homens o reconhece como família, a união entre homem e mulher, art. 1.517 do CC (para o direito civil não existe casamento homossexual). A Constituição Federal no art. 226, do parágrafo 1º ao 5º, faz uma apologia, isto é, apóia ao casamento e tenta sempre unir em matrimonio homem e a mulher que vivem a união estável. Ainda nessa vertente, um dos maiores doutrinadores do direito civil chamado Silvio Rodrigues, diz que o casamento regulariza (legaliza) as relações sexuais afim de perpetuação da espécie.
Assim sendo, todo crente em Jesus JAMAIS poderá desprezar o casamento (não digo que é obrigado a se casar, mas se quer manter relações sexuais e formar uma família é OBRIGADO pela palavra de Deus a contrair matrimonio).

Noivado: na Bíblia, pouco exemplos são dados a respeito dele, porém existe, tanto é que nós (Igreja) somos chamada de “Noiva de Cristo” como em Apocalipse 21:9 e depois chama esposa, pois primeiro foi noiva, pelo que foi aprovada se tornando a esposa do Cordeiro.
Há também de se falar que a palavra desposada, é o termo também de noivado, que no Evangelho de Mateus 1:18 se faz esta citação, onde Maria estava desposada com José, ou seja, estava noiva de José.
Para a Bíblia, tanto o noivado como o casamento são contratos muito sérios, porém o noivado NÃO permite ainda a constituição da família bem como manter relações sexuais. O noivado é apenas o comprometimento de maneira a deixar claro e evidente a pretensão.
Vale ressaltar que, nesta época, os pais que agenciavam os casamentos. Traduzindo, os pais é quem escolhiam com quem os filhos iriam se casar, não necessariamente a pessoa, mas sim uma pessoa daquela família indicada pelos pais, como no caso de Jacó, não foi dado à ele a ordem de se casar com Raquel, mas sim com alguma mulher da casa de Labão.

Namoro: em nenhuma parte da bíblia você verá alguém namorando. O termo namoro surgiu recentemente, pois até no início do século passado tal adjetivo não era considerado, mas sim o compromisso como o supracitado.
Porém com os “tempos modernos” chegando e a liberalidade, libertinagem, movimentos contrários a Bíblia, aumento dos descrentes, falta de temor de Deus, apelo à sexualidade liberal, aumento da promiscuidade e muitos outros fatores, a idéia inicial de um compromisso sério, foi sendo enfraquecida pela diminuição da valorização do ser humano em suas relações.
Surgem em nossos dias outros nomes para namoro como, “corte”, “compromisso do rei”, “mulheres como Raquel” e outros. Posso lhe afirmar que tudo isso é uma maneira DESESPERADA das lideranças das Igrejas para tentar minar a lascívia e a prostituição entre a parte jovem da Igreja, tentando chamá-los para um compromisso que só o noivado e o casamento dá.
Seria muito covarde e errado de minha parte obrigar a todos que estão debaixo de minha liderança ou que me seguem aqui no blog ou me têm em apreço, a NÃO namorar, sendo que eu, antes de me casar também utilizei o termo namorar (porém fui ter relação somente após o casamento e fiquei um período de 1 ano sem beijar).
Mas, isto não me impede de chamar a atenção em pontos que, se você quer ter um compromisso ou namorar (depende o termo que quer usar) deve se atentar:
1-    Se você não pode noivar ou não tem como noivar ou mesmo não tem a intenção de noivar e casar, está proibido de iniciar este relacionamento;
2-    O bom seria 1 mês de namoro e logo depois o noivado, porém como sei que isto “não existe”, acho que o prazo máximo para isto seria de 6 meses;
3-    Sempre me perguntam sobre o beijo no namoro. Te digo que tanto no namoro como no noivado, se o beijo lhe faz “ABRAZAR”, que se case logo (naquele Mês mesmo) ou tome uma atitude drástica, se mude para o Alaska e volte só quando for casar ou termine, antes que a coisa piore - Melhor faz quem não beija;
4-    Tenha uma renda;
5-    Evite ficarem só os dois, sempre chame alguém para estar vos acompanhando nos lugares em que vocês forem;
6-    De vez em quando, ouço um homem chamar a namorada/noiva de minha mulher ou uma mulher chamar o namorado/noivo de esposo: te digo que tal homem não tem mulher coisa nenhuma, bem como a mulher ainda não tem esposo. Um só é do outro quando é de PAPEL PASSADO, caso contrário se este é seu esposo e se você for a mulher dele antes do casamento, estais em pecado, e todo pecado traz conseqüências;
7-    Escolha alguém que já tem um tempo considerável na fé;
8-    Busque sempre estar participando dos encontros que sua Igreja promove, não deixe de freqüentar os cultos, procurem se integrar em alguma área da Igreja (louvor, dança, intercessão, evangelismo e etc);
9-    Não se acanhe em confessar seus erros para os pastores, eles vão lhe ajudar, o que tens que ter é vergonha de pecar;
10- Por último, se você acha que tudo isto que foi escrito é para lhe fazer noivar e casar logo, pode ter certeza que você acertou na mosca. Se não tens o dom de Paulo (não se casar), procure se encaixar nesses itens e casa logo!
Finalizando o tema, o que você tem que buscar de verdade é se consagrar à Deus, que Ele te ajudará a encontrar a pessoa que lhe completará, por isto, santifique-se, ore, procure renovar sempre sua mente com o poder da palavra, e SAIBA escolher, escute bem os conselhos dos seus genitores, líderes e pessoas de confiança.
Que Deus, lhe abençoe e te dê sabedoria para conduzir seu casamento (para os casados), paciência para os noivos e santidade para quem está namorando.

domingo, 6 de março de 2011

Crentes com a mente fraca

Foi postado o 1º vídeo mensagem com a palavra "Crentes com a mente fraca".

Eis o link aqui em baixo:

http://www.youtube.com/watch?v=jZicZETNYLs

Confira a palavra e que o Senhor renove sua mente cada vez mais, lhe trazendo uma fé forte.

Paz.

quinta-feira, 3 de março de 2011

Fofoca: rede de mentiras e semente do mal


Já vamos começar com uma leitura breve do livro de Tiago que diz: “Ora, a língua é fogo; é mundo de iniqüidade; a língua está situada entre os membros de nosso corpo, e contamina o corpo inteiro, e não só põe em chamas toda a carreira da existência humana, como também é posta mesma em chamas pelo inferno.” Tiago 3:6.
Como vimos, a língua não é algo que devemos desprezar, pois a mesma tem um poder que leva o resto do corpo para um caminho de perdição não só espiritual, mas também neste mundo físico, onde com uma palavra pode mandar-se exterminar um povo, uma nação, derribar reinos, ou seja, no poder das palavras há muito mais dano que o poder de milhares de armas nucleares.
Assim, temos então algo muito forte para refletir no tocante ao que um crente em Jesus pode fazer com sua língua.
Em Tiago 3:9 diz que a mesma língua que bendize à Deus, também amaldiçoa o próximo, feito semelhança de Deus, ora, o apóstolo não estava aplicando este texto para a humanidade de forma genérica, mas especificamente aos crentes em Deus. Sendo isto, nada mais que dizer que entre os membros do corpo de Cristo, há muita fofoca!
O problema da fofoca, que é também pode ser conceituada como palavras de meias verdades, rede de mentiras, sendo que a melhor definição é semente do mal. Semente do mal porque quando alguém faz uma fofoca, ela não pára por ali. O ouvinte pega aquela semente e começa a fazê-la crescer passando para os outros e como bem sabemos a história do “telefone sem fio”, no receptor final, tal história estará bem pior do que quando iniciou e o resultando será terrível para a pessoa mal falada.  
Atentando então para este raciocínio, fofoca não é da Igreja, mas do mundo, pois é coisa do diabo. As pessoas que não têm Deus, AMAM falar mal dos outros ao conhecerem suas vidas. Se assim não o fosse, o Big Brother Brasil não teria audiência, A Fazenda, as revistas de celebridade, os sites e blogs de fofoca na internet, as colunas sociais nos jornais sem contar as “conversar de cumadis e cumpadis”.
Notório fica demonstrado que a fofoca vem do mundo para Igreja, isto é, a pessoa aceita Jesus, mas não muda os hábitos de ser um língua grande, fazendo um trocadilho, acho que essas pessoas quando se batizam, põe a língua para fora da água para não morrer esta parte do corpo pois amam uma fofoquinha.
Quantos problemas surgem nas Igrejas por causa de fofoca de membros. Sim, as divisões quando ocorre, a arma delas é a fofoca, as rebeliões, que procuram minar a força de uma liderança, se utilizada desta semente do mal, e o pior é que mesmo aquele que não é adepto da fofoca ao começar a ouvi-la e não exortar ao irmão para cessar, continuando ouvir o vício da fofoca (para mim fofoca é como um vício, a pessoa sabe que deve parar, mas não dá conta, e tenta influenciar outras para serem fofoqueiras como elas) ele também será minado na sua fé.
Geralmente a raiz da fofoca é a inveja, cobiça, busca de reconhecimento derrubando o outro, poder, demônio, feridas interiores, discipulado errado (tem discipuladores que ao término das reuniões com os discípulos, começam a fofocar para os mesmos sobre todos na Igreja, como na ilustração do texto) , e principalmente o ódio, pois ele é a raiz da falsidade e a difamação que denota a insensatez, como em Provérbios 10:18.
Por isso caro leitor, quando a fofoca bater à sua porta, tenha em mente o que está escrito em Provérbios 10:19, que diz “no muito falar não falta transgressão, mas o que modera os lábios é prudente”.
Nós como corpo de Cristo, nação santa, temos que repudiar tal mal que aflige a Igreja. Faremos isto quando envergonharmos os fofoqueiros de plantão quando mostrarmos para os mesmos à luz da palavra qual é o salário do que planta esta semente maligna do coração dos santos.
Tem um ditado que diz que quem conversa muito da bom dia à cavalo, mas fiz um outro, “quem fofoca muito, vive aos beijos com o diabo”.
Aconselho-te a ler o capítulo 10 de Provérbios por inteiro para os fofoqueiros, quando eles estiverem no rol da Igreja no final do culto ou mesmo durante o culto, é, o pastor ta pregando eles fofocando lá fora; ler para eles quando a língua solta estiver ativa na célula; nas reuniões ou em qualquer lugar, diga sempre, ODEIO fofoca.
Se você tem este vício, peça para alguém abençoado ou seu pastor orar por você expulsando este espírito maligno de sua vida, ou se preferir, pegue uma tesoura bem afiada e corte sua língua, pois é melhor entrar no céu mudo do que ser um tagarela no inferno.
Que Deus nos livre não dos fofoqueiros, mas da fofoca e que nossa língua seja usada não para destruição, mas para a edificação do corpo de Cristo, nosso Senhor.

Outros artigos:

Por que tarda o avivamento
http://templojovemvirtual.blogspot.com/2011/01/por-que-tarda-o-avivamento.html

Ecumenismo, onde tem isto na Bíblia
http://templojovemvirtual.blogspot.com/2010/12/ecumenismo-onde-tem-isso-na-biblia.html

Profetas contemporâneos
http://templojovemvirtual.blogspot.com/2010/12/profetas-contemporaneos.html

Crentes tradicionais x crentes pentecostais
http://templojovemvirtual.blogspot.com/2011/02/crentes-tradicionais-x-pentecostais-por.html