Seja bem vindo

"Bem aventurados os irrepreensíveis no seu caminho, que andam na Lei do Senhor. Bem aventurados os que guardam suas prescrições e o buscam de todo o coração; não praticam iniquidade e andam nos seus caminhos. Tu ordenaste os teus mandamentos, para que os cumpramos à risca. Tomara sejam firmes os meus passos, para que eu observe os teus preceitos." Salmos 119:1-5



terça-feira, 31 de julho de 2012

Rafinha Bastos, o típico ser humano – arrogante e confuso!



Ontem estava assistindo um filme em um canal, ao que quando iniciou-se o intervalo, eu como todo homem que tem o controle remoto, instintivamente começamos a olhar os outros canais (algo que minha esposa detesta), sendo que me deparei com um que estava ocorrendo uma entrevista deste cidadão.

Faz muito tempo (anos) que não assisto o CQC (programa da Band) e muito menos o atual do Rafinha (SNL e um na Fox que nem sei o nome), porém o que vi foi um típico ser humano fazendo suas “humanizes”, para quem não sabe o que isto significa, é o que para o homem é correto, um pensamento correto de homem.

Deparei-me com um rapaz cheio de arrogância, confuso em suas palavras, demonstrando claramente que está sofrendo muito ao persistir no erro.

Não assisti a entrevista toda, pois como já disse, estava assistindo coisa melhor (apesar de ter achado o filme uma porcaria, é melhor do que assistir o Rafinha), porém a parte que assisti, deu para mim fazer uma análise do típico homem.

O fatídico ocorrido entre ele e o bebê da Vanessa Camargo, este é o ponto. Vemos Rafinha não se desculpando e logo após sendo demitido da Band (segundo ele, o mesmo se demitiu), sendo que na entrevista, ele disse que enviou um e-mail para o marido da Vanessa pedindo desculpas.

O fato é que na entrevista ele falava que não achava que tinha feito algo errado, por isso não pediu desculpas, bateu o pé! Sendo logo após, na mesma entrevista ele revela que pediu desculpas pelo e-mail, para ser mais discreto.

Caros leitores, nota-se a arrogância, orgulho e a não coerência de sua filosofia.

Todo mundo que assistiu, sabe que ele tem consciência que fez coisa errada, que pisou na bola, tanto que isto foi tão forte que ele PEDIU desculpas, mas de forma covarde, por e-mail. Isto já mostra que o mesmo é um fraco em seu caráter, ou um mau caráter.

Foi muito orgulhoso para não o fazê-lo em público, e ao defender a idéia que está certo em suas convicções, piorou a situação ao mostrar-se confuso em seu discurso.

O negócio é que ele é o perfeito estereótipo de um ser humano babaca, prepotente, orgulhoso, arrogante e o pior, NUNCA acha que precisa de se arrepender de algo que fez e não fez.

Todo mundo tem algo que se arrepende de ter feito e de não ter feito. Isto é típico de nós. O problema está é quando queremos firmar uma posição como a deste cidadão.

É mais comum do que imaginamos isto entre nós, a humanidade.

Estamos cheios de Rafinhas Bastos, pessoas orgulhosas, arrogantes, auto suficientes, covardes demais para assumirem seus erros e o pior, sabe que está errado, mas não dá o braço a torcer.

Tem um ditado que gosto muito, “o pior cego é o que não quer ver” – na verdade o que ele está querendo dizer (o ditado) é que a pessoa sabe onde precisa mudar, mas prefere não externar isso, assumindo um discurso idiota e confuso como o do Rafinha.

Por fim, não julgo este rapaz, creio que os anos (tempo) vão dar-lhe uma quebrada na sua altivez, mas o que quero chamar a atenção é que estamos rodeados de pessoas como ele, que acham que NÃO PRECISAM  de se arrepender de algo, que é preciso consertar, mudar a vida.

Deixo um texto salteado do livro de Provérbios 16 e 21:

“todo caminho do homem é reto aos seus olhos, mas o Senhor sonda os corações”

“o soberbo e presumido, zombador é o seu nome, trata com indignação e soberba”

“Abominável é ao Senhor todo arrogante de coração; é evidente que não ficará impune.”

Que possamos ser humildes e mansos como foi nosso mestre aqui na terra, nos dando o exemplo, que mesmo sendo o Todo Poderoso, mostrou-nos o que é a humildade (Mateus 11:29).

Que Deus vos abençoe e que o Senhor sonde cada coração, quebrantando e mudando estes sentimentos e filosofias que nos afastam da sua vontade.

Outros artigos:

As diferenças de um espírito forte para um fraco:

Vasos para honra e desonra


Ao final veja os assuntos mais acessados do blog.

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Garota de programa com seus "serviços de prostituição", oferece oferta para a construção do Templo de Salomão da IURD.

video

Para tudo que eu quero descer!

Meu Deus! Depois que assisti este vídeo, vi que os "pastores" da IURD estão piores que os fariseus e Judas Iscariotes.

Sim, pois nem os fariseus que arquitetaram o assassinato de Jesus Cristo, aceitaram para o Templo da época oferta proveniente do pecado de Judas (Mateus 27:6). Nem Judas que amava o dinheiro quis ficar com ele (Mateus 27:3-5).

Será que nunca leram Mateus 5:23-24 ou Amós 5:21-23 onde Deus reprova uma oferta proveniente do pecado?

Depois dessa, só nos resta orar pelo pessoal que frequenta a IURD, para que possam abrir os olhos.

O correto era pregar o evangelho para essa mulher que está oprimida pelo diabo, sendo que a oferta que ela tem que dar para Deus primeiro é a sua vida!

Só Deus na causa mesmo!

Artigos relacionados:
Suicídio entre os jovens:
Drogas, um mal que querem legalizar no Brasil.
A bíblia é contra bebidas alcólicas?

terça-feira, 24 de julho de 2012

O verdadeiro jejum



Ainda se tem na nova aliança a prática do jejum? Como é o jejum e para que?

Estas questões supracitadas, quero tentar responder através deste estudo a respeito do “polêmico” tema em cheque.

Jejum no dicionário significa “privação”, “restrição alimentar”, “abstenção”. Diga-se de passagem também, que o mesmo pode ser uma restrição auto imposta de algo alimentar, parcialmente ou total.

Há inúmeros textos na bíblia que trata do assunto, mas ficaremos com alguns, principalmente do Novo Testamento, onde as pessoas se perguntam se é ou não necessário, ou até mesmo obrigatório.

Resumidamente respondendo, a prática do jejum para quem foi salvo através de Cristo Jesus não é proibida! Porém, não é obrigatória também.

Se lermos o texto de Levítico 23:32 veremos que antes da Nova Aliança com Cristo, era uma prática obrigatória a ser feita, uma vez por ano para todo judeu. Em hebraico o nome deste dia é Yom Kipur, traduzido por “dia do perdão”, chamado na Bíblia de “dia da expiação”.

Jesus mesmo fez um jejum, não o Yom Kipur, mas um de 40 dias (Lucas 4:2) no qual se retirou para orar.

Em Mateus 6:16-18 temos escrito ali o verdadeiro sentido do jejum, que é para nos chegarmos à um momento de intimidade com Deus, deixando o alimento físico de lado e buscando o alimento espiritual da parte de Deus.

O problema como este texto acima menciona, é que muitos ao jejuarem o fazem para aparecer.

Os fariseus para aparecem santos para o povo, jejuavam não só uma vez por ano, mas sim DUAS vezes por semana. A censura por parte de Cristo à eles, é que estes queriam transparecer para o povo que estavam num período de jejum, e por isso eram mais santos ou melhores do que os outros.

Daí logo vem a nossa mente o escrito em Marcos 2:18-20, onde vemos que não só os fariseus estavam jejuando como também os discípulos de João Batista, ao que os discípulos de Jesus não estavam.

Neste caso vemos que, se o jejum for aplicado com o intuito para a vinda do Messias como no ocorrido, está errado. Pois Jesus é o Messias e já estava com eles.

Ora, o próprio João Batista mais a frente após o batismo de Jesus, deu uma mostra que sua fé deu uma vacilada se Jesus era mesmo o Cristo (Mateus 11:2-6).

O fato é que o jejum é muito bom para uma CONSAGRAÇÃO à Deus e está ligado a individualidade da pessoa, ou seja, o jejum serve para uma reflexão pessoal do indivíduo.

O jejum, como em muitos casos vistos na bíblia, está também ligado numa mostra de necessidade profunda e única de Deus na vida do homem. Tipo, “eu não quero nada que esta terra possa me dá, o que eu necessito, ou meu socorro vem de Ti”.

É também visto como um sinal de humilhação pelo pecado, um arrependimento, uma vontade de “matar a carne”, o domínio que esta exerce sobre ele.

Por fim, o jejum não é um sinal do poder de Deus para expulsar demônios como alguns pensam sobre o escrito em Mateus 17:21.

Jesus estava querendo dizer que a pessoa que não tem intimidade com Deus, que “não está vivendo uma vida no Espírito”, ou seja, é mais carnal do que espiritual, há determinadas forças do mal que exigem que este esteja mais preparado espiritualmente do que um neófito.

Em outras palavras, a pessoa que faz o jejum verdadeiro, que tem em mente a busca de Deus em sua vida, está mais apto para vencer o inimigo, sua fé está mais firme e maior do que outro que não tem essa sintonia com o Senhor.

O jejum sem oração é passar fome!

Termino dizendo apenas que, dá para orar sem jejuar, mas jejuar sem orar é perca de tempo, é o jejum que não agrada à Deus.

Que Deus vos abençoe e que cada dia possas crescer na graça e poder do Senhor.

Artigos relacionados:
O Espírito Santo, nosso GPS:

Como surgiu o Cânon bíblico atual (Bíblia) e por que outros livros não foram inseridos?

http://www.templojovemvirtual.blogspot.com.br/2012/02/importantissimo-como-surgiu-o-canon.html

Devemos guardar o sábado ou o sétimo dia?
http://www.templojovemvirtual.blogspot.com/2012/01/devemos-guardar-o-sabado-ou-o-setimo.html
Por que a maioria dos judeus não aceitou e não aceita a Jesus como Messias?
Pessach, a verdadeira páscoa


sexta-feira, 20 de julho de 2012

As diferenças entre se ter um espírito forte e um espírito fraco – José e Sansão.


Utilizarei como exemplos para este estudo dois personagens bíblicos, José e Sansão.
E você quiser ler mais sobre eles, a história de José vai de Genesis 37 até 50 e a história de Sansão vai de Juízes 13 até 16.

Com estes dois, dá para se fazer uma análise destes tipos de pessoas que servem a Deus.
Se olharmos para Sansão veremos um homem que viveu uma história de vitórias, tendo apenas um trágico fim, porém na sua vida, a mão de Deus estava sobre ele operando o sobrenatural.

Vemos uma homem escolhido para um determinado fim, separado deste o ventre de sua mãe, alguém que tinha tudo para ser um grande homem de fé, temente ao Senhor, um exemplo de pessoa, alguém segundo o coração de Deus.

Só que vemos algo completamente ao inverso. Sansão fez tudo que o Deus de Israel mandou que ele não fizesse.

Como um nazireu, este não podia e casar com estrangeiras, com mulheres que não fossem virgens, não podia raspar sua cabeça e beber vinho. Mas o que vemos?

Um desobediente que mesmo vendo a potente mão do Senhor operando através dele, este não aplicou seu coração para com o Santo de Israel. Fez alianças com prostitutas, estrangeiras, era baderneiro, dado ao vinho e o pior, ainda deixou que soubessem que não era permitido raspar sua cabeça, liberando uma brecha para que isso viesse a ocorrer.

O seu fim todo mundo sabe.

No entanto com José, vemos alguém que podemos dizer que foi moído por Deus, sofrendo as piores humilhações e injustiças!

Mesmo não tendo sido alguém com grandes poderes como Sansão, nem experimentado vitórias poderosas como as de Sansão, nem tão pouco sido um homem escolhido desde o ventre da sua mão para ser um libertador de seu povo, com mensagem de anjo e tudo mais, ELE ERA ALGUÉM COM UM ESPÍRITO FORTE.

Não deparamos com José se afastando da vontade de Deus, pelo contrário, encontramos alguém temente ao Senhor mesmo com tantas lutas, provações, injustiças, ao ponto de acharmos que Deus o desamparou, deixando-o como escravo no Egito, sofrendo um golpe, sendo esquecido na prisão, ainda sim, José se manteve firme na sua fé e nos propósitos de Deus para si.

A cada sonho que revelava, José sabia que Deus tinha um plano, pois não era sem uma perspectiva que seria usado lá na frente que o mesmo dava a revelação (Genesis 40:14-15).
Vemos um fim diferente para José, sendo este vitorioso.

Que tipo de crente você é?

Um que vive atrás de bênçãos, do sobrenatural, dos milagres, mas o compromisso com os propósitos de Deus estão fora de cogitação?

Ou é como José, que mesmo não vendo as promessas se cumprindo, ainda sim continua firme com o Senhor, pois sua fé é firme em Deus e nos seus propósitos ao ter a certeza que lá na frente, Deus irá mostrar o seu grande poder?

Que Deus vos abençoe e fique ligado em qual tipo de fé você tem tido para com Ele.

Outros artigos:
Vasos para honra e desonra


Ao final veja os assuntos mais acessados do blog.

terça-feira, 17 de julho de 2012

Europeus viajam para o Brasil para serem “curados” pelo médium João de Deus em sessões espíritas



Uma multidão vestida de branco faz fila entre estacionamentos, estação de trem e o centro de eventos Eulachhallen, em Winterthur, cidade perto de Zurique, na Suíça. O motivo é a presença de João Teixeira de Faria, conhecido como João de Deus, um médium brasileiro que ganhou fama ao redor do mundo.

Ele já foi assunto de reportagens em diversas emissoras deTV, como as norte-americanas ABC, CNN e Discovery Channel, além da britânica BBC. Já recebeu, inclusive, uma visita da apresentadora Oprah Winfrey.

O goiano, que realiza “cirurgias espirituais” na Casa Dom Inácio de Loyola, localizada na pequena cidade de Abadiânia, está mais uma vez na Europa para participar de uma série de eventos.

Diversas pessoas em cadeiras de rodas ou debilitadas por doenças graves como o câncer estão buscando ajuda desse brasileiro que vai atender os interessados em intervenções espirituais até esta quarta-feira. João garante incorporar mais de 30 entidades, entre elas o rei Salomão e o médico Oswaldo Cruz.

Alemães, austríacos, suíços, americanos, brasileiros que moram na região e até japoneses estão em Winterthur para ver João de Deus de perto, segundo o portal Terra.

As brasileiras Nelma Souza e Alix Cooper, que moram em Genebra, foram a Winterthur para ver o médium pela primeira vez. “Não tenho nenhum problema de saúde ou motivo especial para estar aqui. Vim porque vivemos num mundo extremamente materialista, sobretudo em um país como a Suíça, onde moro há mais de 10 anos. Acho que falta uma visão espiritualista e foi por isso que decidi participar do evento”, conta a carioca Cooper.

Os três dias de atendimento serão feitos nos dois galpões do complexo, que juntos podem abrigar até 7 mil pessoas. Os ingressos para as duas primeiras datas já estão completamente esgotados. Cada ingresso custa cerca de R$ 350. O pacote completo, dos três dias, é vendido por cerca de mil reais, incluindo taxas e serviços do site que comercializa as entradas.

Existem algumas regras que todos os visitantes devem seguir. É preciso estar totalmente vestido de branco “para facilitar o trabalho das entidades espirituais”. Os braços e mãos devem ser mantidos descruzados “para não quebrar a corrente de energia”. Celulares e câmeras fotográficas são estritamente proibidos.

As paredes do complexo são revestidas com panos brancos e o chão coberto com um carpete azul. Há poucas imagens religiosas nos espaços, exceto por algumas de Nossa Senhora.  Depois de passar pelas áreas de meditação, oração e ouvir as palestras realizadas por convidados, os pacientes chegam ao local onde João de Deus atende, de olhos fechados e cercado por outros médiuns.

João faz dois tipos de cirurgias espirituais. A mais comum é a sem corte, onde usa apenas o “poder espiritual” para curar as pessoas.  Depois, é servida uma “sopa abençoada”, feita de legumes, que faz parte do processo de cura, explicam seus seguidores.

Os médiuns então dão aos pacientes as recomendações que  dizem receber das entidades. Isso inclui desde retornar para as outras sessões do dia, passar pela cirurgia espiritual ou até um convite para visitar a Casa em Abadiânia. No final do evento, os participantes voltam para seus hotéis ou cidades de origem. A maioria leva garrafas de “água fluidificada”, que também faz parte do tratamento oferecido por João de Deus e são vendidas no local.

Fonte: Gospelprime

Comentário do blog: curandeirismo claramente evidenciado, ainda mais por ele usar instrumentos cortantes em muitas de suas sessões nos seus seguidores.

É de se frisar também que, tudo é PAGO. Isto é bom para os espíritas verem que, espiritismo e macumbaria não têm diferença.

Artigos relacionados com o tema:

Polêmica: Espiritismo, a religião que não sabe "amar o próximo como a si mesmo e como Cristo nos amou".
http://www.templojovemvirtual.blogspot.com.br/2012/05/polemica-espiritismo-religiao-que-nao.html

Erro grotesco na minissérie Rei Davi ao fazer apologia ao espiritismo.
http://www.templojovemvirtual.blogspot.com.br/2012/03/erro-grotesco-na-minisserie-do-rei-davi.html 

Alerta: espiritismo x Bíblia:
http://templojovemvirtual.blogspot.com/2011/02/alerta-espiritismo-x-biblia_04.html

Jesus era contra o espiritismo ou não? E a questão de quem nasce deficiente.
http://www.templojovemvirtual.blogspot.com/2011/10/jesus-era-contra-o-espiritismo-ou-nao.html

OBS.: Não deixem de olharem na parte final do blog, os artigos mais acessados.

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Suicídio entre os jovens: algo que devemos combater.



A prática do suicídio é uma das mais covardes e cruéis que alguém pode se impor! Sim e digo mais, é algo egoísta por não pensar na dor dos que ficam, mesmo que deixem cartinhas ou bilhetes, isso só faz aumentar a dor deste tipo de perda.

Sei que a maioria das pessoas que já cometeram suicídio, não estavam bem psicologicamente e espiritualmente, sendo que devemos ficarmos muito atentos com estes indícios.

O maior problema, é que de uns tempos muitos jovens tem achado que o suicídio é a saída, ao que os dados comprovam que houve um aumento significativo desta prática demoníaca.

Jovem, nesta vida, todos passamos por problemas, perdas, frustrações, derrotas, humilhações, vergonhas e muitas outras coisas que ninguém almeja pra si, só que JAMAIS devemos achar que dar cabo na vida é a melhor solução!

Todos os suicidas estão em um estado profundo de confusão mental, que muitas vezes são expressos com os seguintes comportamentos:

·         Mudança dramática na personalidade;

·         Afastamento de pessoas com quem costumava ter intimidade;

·         Tédio;

·         Uso de drogas ou álcool;

·         Seus hábitos de comer e dormir mudou;

·         Está escrevendo bilhetes ou poesias sobre morte;

·         Fala muito sobre dar fim em sua vida;

·         Já tentou cometer suicídio antes.

Estes são alguns sinais que não devem serem ignorados e caso sejam evidenciados (todos ou alguns), devemos iniciar um processo de diálogo, oração, consolo.

Devemos fazer uma marcação cerrada, se possível com a ajuda até de profissionais, grupos de apoio e é claro, jamais deixando de lado de ministrar a palavra de Deus na vida deles.

Mostrando que em 1 Coríntios 3:16-17 diz que este corpo não deve ser destruído por nós, pois é o Templo de Deus, bem como o suicida não deixa de infringir o sexto mandamento que é o NÃO MATARÁS, ora, como ele pedirá perdão para Deus se o último ato de sua vida foi ceifá-la, acabando assim com o momento de arrepender-se?

Mostre que ele precisa do fruto do Espírito que possui TUDO que ele necessita, quer seja AMOR, PAZ, ALEGRIA, DOMÍNIO PRÓPRIO e outras coisas mais. Que Deus pode fazer o impossível acontecer e que não deve se desesperar por nada neste mundo (Mateus 6:25-34).
Deixo este alerta aqui no blog, para que não venhamos perder mais jovens com esta prática triste, inclusive os que estão na Igreja.

Já perdi um parente muito próximo de mim em 1996 desta forma trágica, tinha apenas 15 anos e posso dizer que foi um dos sentimentos mais tristes que já senti na minha vida, é algo horrível!

Fique sempre atento, devemos combater este mal que tem ceifado a vida de muitos jovens.

Que Deus vos abençoe e livre de todo mal.


Artigos relacionados:
Drogas, um mal que querem legalizar no Brasil.
A bíblia é contra bebidas alcólicas?

domingo, 8 de julho de 2012

Jesus foi uma criação de Deus? Pode ou não ser adorado?



De algum tempo para cá, tenho notado que algumas pessoas tem tido este questionamento, principalmente após ser abordado por testemunhas de Jeová.

Esse movimento surgiu em meados do século III com Ário ( arianismo), que afirmava que Jesus foi um ser criado, não da mesma substancia e nem co-eterno com o Pai, assim sendo, NÃO digno de adoração, pois não é Deus.

Utilizam-se de três versículos mal interpretados e fora de um contexto verdadeiro que são:
Primeiro: Colossenses 1:15 que diz “o qual é imagem do Deus invisível, o primogênito de toda criação”.

Ora, afirmar que Cristo Jesus é uma criação neste texto é um absurdo, ainda mais que no próximo versículo (Cl 1:16) mostra claramente sua majestade e divindade!

O que este texto mostra com a palavra “primogênito” não é que ele (Jesus) foi a primeira criatura que Deus fez, MAS sim que é O HERDEIRO DE TODA CRIAÇÃO. Como em Êxodo 4:22 o termo se refere “escolhido” ou mais desejado”.

Se lermos todo texto (Cl 1:15-17) veremos que Cristo é Deus POIS tudo foi criado por ele e para ele, ora isto é somente para Deus, se ele tem estes atributos, então Jesus é Deus! O verso 17 é profundíssimo ao dizer “Ele é antes de todas as coisas. Nele, tudo subsiste.” Isto mostra claramente o quão equivoca-se quem usa este texto para tirar de Cristo sua divindade ao colocá-lo na mesma posição que nós ou aos anjos.

Segundo: Apocalipse 3:14 que diz “...a testemunha fiel e verdadeira, o principio da criação de Deus”.

Tentar afirmar que Jesus é uma “criação-coisa” com este texto é algo muito perigoso.

A palavra grega que João usa neste texto é arkhé e é utilizada como em outros textos (Lucas 12:11; 20:20; Tito 3:1) para denotar Governo ou Soberano, pois é destinado a pessoas como neste caso. Assim, este princípio é o principado, ou seja, o Soberano da criação de Deus.

Desta forma, nada se diz que Jesus foi uma criação!

Terceiro: Provérbios 8:22 que diz “O Senhor me criou como a primeira de suas obras, o princípio dos seus feitos mais antigos”.

Este texto ao ser aplicado a Jesus está errado.

O que foi criado aqui é a SABEDORIA e mesmo assim esta palavra criada estaria mal empregada no original que é “quanah”, onde em outras passagens é traduzida como “adquirir”, “possuir” ou “comprar”.

A bíblia de Estudo Genebra mesmo, mostra o real sentido da tradução que diz “ O Senhor me POSSUÍA no início de sua obra”.

Mesmo sem precisar ir para o texto em hebraico original para defender que Jesus não foi uma criação, em Pv 8:23, ou seja, um versículo adiante, mostra claramente que até mesmo a sabedoria não foi criada, mas que ESTAVA com Deus desde a ETERNIDADE.

Cai por terra mais um argumento deles.

Jesus pode ou não ser adorado então?

Ao referir-se a Jesus como sendo uma criatura, logo também este não poderia ser adorado, mas como vimos acima, o mesmo não foi uma criação de Deus, pois Ele mesmo era Deus.

Peço que leiam em um link que irei disponibilizar abaixo, um artigo que fiz dizendo se Jesus era Deus ou não.

Bem, mesmo assim, é bom esclarecer se Jesus mesmo sendo Deus pode ser adorado.
O texto que mais gosto para elucidar isto está em Hebreus 1:6 que diz “... ao introduzir o Primogênito no mundo, diz: e todos os anjos de Deus o ADOREM”.

Ora, assim como em Salmos 89:27, esta primogenitura não significa “gerado antes dos outros”, MAS sim “a posição mais elevada”.

Hebreus 1:2 diz “...nestes últimos dias, nos falou pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as coisas, pelo qual também fez o universo”. Se continuarmos o texto, ele nos revela que Jesus era a EXPRESSÃO EXATA do seu Ser. Ora, se Cristo Jesus era exatamente Deus, então é digno de ser adorado.

As pessoas tendem a achar que a palavra Filho denota outra pessoa, sendo que Filho não é outra pessoa (Deus é único), mas sim outro estado divino (João 1:1).

Deus é espírito e não pode ser visto por homem algum, ainda mais que habita em lugares inacessíveis pela luz (1 Timóteo 6:16), sendo que ele se mostrou para a humanidade e para toda a criação através de Jesus ao assumir uma forma corpórea (João 14:9b).

Assim, posso afirmar que Ele não é um “Deus em escala inferior”, ainda mais por existir somente um Deus, ele é Deus em sua EXATA PLENITUDE no estado pré-encarnado e após a obra na cruz. Desta forma, digno de receber adoração.

Mesmo aqui na terra, tendo se esvaziado de sua glória (Filipenses 2:5-7), se diminuiu para passar por nossas fraquezas no mesmo nível que nós (João 14:28), ainda sim recebeu adoração de toda sua criação e em momento algum repreendeu alguém por assim ter feito. Vemos isto em João 9:38, Marcos 5:6, Mateus 8:2, João 20:28 e em outros textos.

Por fim, termino este artigo confessando que no início, quando comecei a conhecer toda palavra de Deus (o AT e NT), tive certa dúvida se prestava adoração a Jesus ou não, até que ao me aprofundar no estudo bíblico, vi que se este é Deus e como o mesmo foi julgado por muitos por se assumir assim (João 8:58; 10:33; 5:23-26; 19:7-8), bem como sendo adorado por sua criação, o mesmo é digno de receber louvor e adoração. Se lermos Apocalipse, veremos que o mesmo recebe a adoração em diversas partes.

É bom dizer também que a palavra Senhor que foi utilizada para Deus na tradução do AT para o grego é a mesma empregada para Jesus no grego do NT – Kyrios. Assim, para um judeu chamar Jesus de Senhor é o mesmo que referir-se a Ele como Deus e vemos isto no Novo Testamento, INCLUSIVE Paulo!

Que Deus vos abençoe e que cresçam no conhecimento de nosso Senhor e salvador Jesus o Cristo.

Artigos relacionados:
Jesus é Deus ou não?
A Importância do batismo nas águas e da Ceia do Senhor:
http://templojovemvirtual.blogspot.com/2011/06/importancia-do-batismo-nas-aguas-e-da.html 
Não deixe de ler os artigos mais acessados na parte final do blog.