Seja bem vindo

"Bem aventurados os irrepreensíveis no seu caminho, que andam na Lei do Senhor. Bem aventurados os que guardam suas prescrições e o buscam de todo o coração; não praticam iniquidade e andam nos seus caminhos. Tu ordenaste os teus mandamentos, para que os cumpramos à risca. Tomara sejam firmes os meus passos, para que eu observe os teus preceitos." Salmos 119:1-5



sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Pastores revertem decisão municipal de censurar sermões contra homossexualidade.


A prefeita Annise Parker, lésbica assumida, acabou se tornando o centro das atenções (e orações) dos evangélicos americanos nas últimas duas semanas. O motivo foi sua decisão de iniciar uma ação judicial contra cinco pastores, para verificar se eles fizeram uso político dos púlpitos, acusando-os de promover o preconceito ao ensinar “homofobia”. Se desobedecessem, poderiam ser presos.
Eles não cederam e recusaram-se a submeter-se ao que chamam de “censura”. Várias organizações cristãs e líderes de Houston se uniram, recolhendo mais de 50 mil assinaturas num pedido para que a cidade não processasse os pastores. Isso não fez a prefeita mudar de ideia. Os pastores ameaçados resolveram revidar e abriram um processo contra a cidade, defendendo seu direito de livre expressão.
Com a divulgação do caso a nível nacional, evangélicos de todo o país começaram a enviar as cópias de seus sermões e Bíblias para a prefeita. Cerca de mil exemplares das Escrituras chegaram até Annise e milhares de esboços de sermões.
Glenn Beck, famoso apresentador de tevê conhecido pela sua defesa do cristianismo, chegou a declarar: “A decisão da prefeita é mais perigosa para o Texas que qualquer vírus [em referência ao Ebola]. Não é sobre direitos iguais… Querem calar as pessoas. Mas não todas as pessoas, somente os cristãos“.
O Presidente do Conselho de Pesquisa da Família, Tony Perkins, comemorou: “Estamos juntos em toda a nação, os cristãos enviaram uma forte mensagem para a prefeita Parker… Como se dissemos desde o início desta intrusão nos assuntos privados de igrejas de Houston, não se trata de intimações, de sermões, nem mesmo do ensino bíblico sobre imoralidade sexual. É uma intimidação política”.
No próximo domingo (2/11) políticos evangélicos e os pastores Hernan Castano, Dave Welch, Magda Hermide, Khanh Huynh e Steve Riggle, os acusados pela prefeitura, participarão de um evento onde será debatido o assunto e suas implicações. Batizado de “Esta é a minha posição”, o debate será transmitido simultaneamente para mais de 2.500 igrejas e grupos domésticos em todo o país.
Aliança em Defesa da Liberdade (ADL), organização jurídica conservadora que representa os pastores, anunciou que a prefeitura decidiu retirar as intimações, onde chamava os sermões de “discursos políticos”. Andy Taylor, da ADL, explicou que a decisão da prefeita ocorreu para tentar evitar que a Suprema Corte do Estado intervenha no caso, o que traria prejuízos políticos para a prefeitura.
O problema ainda não acabou. O julgamento do caso em instancia superior está marcado para janeiro. Os pastores têm pedido que os cristãos orem pela prefeita e pela cidade, mas afirmam que não deixarão de lutar pelo seu direito de ensinar tudo o que a Bíblia diz, inclusive a condenação ao homossexualismo.
Fonte: gospelprime
Comentário do blog: aguardem que em breve vão fazer o mesmo no Brasil (já estão programando a mente das pessoas para isto, especialmente a rede globo), resta saber se as lideranças "evangélicas" terão a mesma postura dos evangélicos dos EUA. O governo que aí está é um forte defensor dos GLBTBTTDFFDJJ.....(é tanta sigla que nem sei como é), então se prepare, pois muitos que foram à favor deste governo (que diga um "senhor", que me recuso a chamar de pastor, envolvido com maçonaria e seitas como do Moon, "líder" de uma grande denominação) vão ter que ficar caladinhos, e serão omissos nesta questão. Com essa geração podre em nossas igrejas, não sei o que será. É só a misericórdia de Deus mesmo. 

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Não sigo o Papa Francisco, Maria não é a minha mãe e eu não sou órfão.


O Papa Francisco tem sido uma lufada de ar fresco para muitos católicos em busca de maior liberdade e uma preocupação crescente para os cristãos conservadores que discordam de seus comentários sobre a homossexualidade e outras questões culturais.
Mas a última declaração do pontífice está provocando um alvoroço nos crentes ao redor do mundo. O Papa Francisco enviou um tuíte terça-feira que definitivamente viola a verdade das Escrituras:

O cristão que não sente que a Virgem Maria é a sua mãe é um órfão”, tuitou o Papa Francisco. A partir do momento em que eu escrevi nesta coluna o tuíte tinha sido “retuittado” cerca de 4.000 vezes e muitas das respostas foram indelicadas.
Alguns sugeriram que o pontífice é “completamente maluco”, enquanto outros lhe perguntaram se ele tinha inalado muito incenso e ainda outro disse ao jesuíta argentino que se confinasse ao seu pacifismo. Fica pior a partir daí, mas não é apropriado atacar o homem pelo seu tuíte anti-bíblico. É mais apropriado compartilhar a verdade.

Maria é a Mãe do Mundo?

Primeiro, vamos examinar como o papa expandiu sua exaltação de Maria. Durante seu discurso semanal em Roma, o papa colocou a Igreja Católica Romana na posição de “mãe” do mundo e encorajou os católicos a seguirem Maria como exemplo da maternidade divina.

“Em nossas catequeses, temos notado, muitas vezes, que não nos tornamos um cristão por conta própria, mas por termos nascido e sido alimentados na fé no meio do povo de Deus, que é a igreja. Ela é uma verdadeira mãe que nos dá a vida em Cristo e, na comunhão do Espírito Santo, nos leva a uma vida comum com nossos irmãos e irmãs”, disse o papa.
“O modelo da maternidade para a igreja é a Bem-Aventurada Virgem Maria que, na plenitude dos tempos, concebeu através do Espírito Santo e deu à luz o Filho de Deus. Sua maternidade continua através da igreja, que traz filhos e filhas por meio do batismo, a quem ela nutre por meio da Palavra de Deus”.

E Quanto a Romanos 8:14-17?

Então, vamos começar a dissipar esse erro com as Escrituras. Romanos 8:14-17 ilumina a questão dos órfãos em Cristo — não há órfãos em Cristo:

 “Porquanto, todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus. Pois vós não recebestes um espírito que vos escravize para andardes, uma vez mais, atemorizados, mas recebestes o Espírito que os adota como filhos, por intermédio do qual podemos clamar: ‘Abba, Pai!’ O próprio Espírito testemunha ao nosso espírito que somos filhos de Deus. Se somos filhos, então, também somos herdeiros; herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo, se realmente participamos dos seus sofrimentos para que, da mesma maneira, participemos da sua glória”. (KJA)

Em nenhuma parte esses versos fazem menção de Maria. Em vez disso, vemos o Pai, Cristo e o Espírito Santo em ação na vida de um crente. É o que está na Bíblia. Se isso não for suficiente, o próprio Jesus afirmou claramente: “Não vos deixarei órfãos; voltarei para vós” (João 14:18 KJA). Eu não quero dizer isso de uma maneira sarcástica, de forma alguma, mas por favor, note que Jesus não disse que Maria viria a eles, ou que Ele traria Maria para eles, ou que Maria estaria orando por eles, ou que eles deveriam orar para Maria.

Há muitas questões na religião católica que não se alinham com a Bíblia, mas sugerir que “O cristão que não sente que a Virgem Maria é a sua mãe é um órfão” é uma afirmação obviamente herética que barateia a nossa salvação. Os cristãos são justificados pela fé (Rm 5:1) — pela Justiça de Deus em Cristo (2 Cor 5:21). Maria foi um instrumento abençoado que Deus escolheu para trazer o Messias ao mundo, mas Jesus não a exaltou e nem nós deveríamos.

Jennifer LeClaire é editora de notícias da revista Charisma. Ela também é diretora do Awakening House of Prayer (Casa de Oração Despertar) em Fort Lauderdale, Flórida, e autora de vários livros.


Fonte: Julio Severo


Comentário do blog: o pior de tudo é a quantidade de "evangélicos" que ainda não se converteram de verdade, não rompendo definitivamente com Roma. O conceito de salvação e de povo de Deus, biblicamente falando, é completamente diferente dos padrões católicos.

Me desculpem os católicos e alguns "evanjegues", mas não temos o mesmo Deus, e o meu Jesus é conhecido como o Filho de Deus e não o filho de Maria.

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

O que é unção?


Ungir alguém nos termos bíblicos, nada mais é do que dar à este autoridade para algo.

A unção seria habilitação para exercer algo, por exemplo, ser rei, sacerdote, profeta e etc.
Muito se fala e é comum dizermos a seguinte frase, “aquela pessoa é ungida”, ou “fulano de tal tem unção”.

Na verdade estamos reconhecendo que esta pessoa tem autoridade que Deus conferiu para exercer algo com excelência, sendo um canal de benção.

Podemos citar vários exemplos bíblicos de pessoas ungidas, porém o mais famoso é Davi (1 Samuel 16:1-13).

Assim, o termo unção é para designar algo.

É comum vermos no Antigo Testamento, a unção sendo dada através do derramar de azeite sobre o indivíduo.

Posso dizer que no Novo Testamento há este tipo de unção, porém vemos também pessoas sendo ungidas sem a necessidade de um ritual com o azeite de oliva, como por exemplo em Atos, mais especificamente no Pentecostes (Atos 2:1-36).

No evangelho de João, Jesus “nomeou” para que dessem fruto e este fruto permanecesse.

Ora, isto nada mais é que unção, como quando em Lucas 10:19 ele dá autoridade aos discípulos sobre os espíritos imundos, para curar, bem como para anunciar que era chegado o Reino de Deus nas cidades visitadas.

Posso concluir que o termo unção, não significa “santidade” como alguns tendem a pensar – como quando queremos dizer que alguém está em pecado, falamos, “fulano perdeu a unção”.
Para falar a verdade, vejo muitos pecadores que ainda tem a unção, como pregadores, que não perderam o dom da pregação, no entanto não significa que estão vivendo uma vida condizente com a palavra.

É o caso de Davi, que mesmo em pecado não deixou de ser Rei, Arão pecou e não deixou de ser sacerdote e muitos outros.

Alguém só perde a unção quando Deus quer, como foi o caso de Saul, que na verdade foi transmitida à outro, pois Saul continuou reinando.


Que Deus vos abençoe.


Artigos relacionados:
Doutrina da aniquilação e o castigo eterno.
http://templojovemvirtual.blogspot.com.br/2014/01/a-doutrina-da-aniquilacao-e-o-castigo.html

Purgatório, existe ou não?
http://templojovemvirtual.blogspot.com.br/2011/08/purgatorio-existe-ou-nao.html

Imortalidade da alma
http://templojovemvirtual.blogspot.com.br/2012/11/a-imortalidade-da-alma.html

Jefté sacrificou ou não sua filha?

Por que a maioria dos judeus não aceitou e não aceita a Jesus como Messias?

sexta-feira, 11 de julho de 2014

O caminho para a apostasia.


O meu conceito de apostasia, é que a pessoa (ou o coletivo) tem o conhecimento da verdade, mas prefere a rebelião contra a palavra de Deus.

Com isto, podemos dizer que estamos caminhando para a apostasia.

Digo caminhando, porque, a meu ver, ninguém se torna um apóstata automaticamente, mas é um processo.

Processo este, que tem como pontos para tal pecado, a liberação e aceitação daquilo que a bíblia condena, e taxativamente.

Estamos vendo a igreja (crentes) aceitando o que não era para ser aceito e pelo pouco conhecimento de bíblia que vejo em muitos (não é porque tem o título de pastor que significa que conhece de bíblia), heresias e liberação do pecado tem ficado em nosso meio.

Vejo líderes se apegando mais na doutrina ou teologia de certa congregação que propriamente na bíblia. Até me preocupa as notas em bíblias de estudo, que tendem a restringir a palavra REMA, a conceitos que variam de denominação para denominação.

Aprofundando mais no tema, é comum vermos aquilo que está escrito em Apocalipse 2:20-21 se cumprindo em nossos dias, ou seja, o pecado é tolerado, para não dizer, acolhido.

Colocamos para pregar ou cantar pessoas que são afeminados (homossexuais) em nossos igrejas; pessoas que são divorciadas e estão em adultério pois estão no segundo ou terceiro casamento – também cantamos músicas de “cantores/pastores” que estão em adultério, alguns estão já no 3º casamento; estelionatários da fé; gananciosos; rebeldes; prostitutos (fornicação); pessoas que não frequentam igreja; não tem testemunho ilibado e por aí vai.

Se fosse listar, esta lista ia ser grande das coisas que “deixarmos passar despercebido” em nosso meio.

Peço para lerem o texto de 1 Coríntios 5:1-13 e Mateus 18:15-35. Como igreja, não podemos julgar o mundo, mas podemos nos julgar como igreja.

As igrejas(denominações) têm entrado numa onda de “amor”, “não julgueis”, “dever aceitar como está” – meu caros leitores, se alguém não está legal com Deus, antes de fazer a obra, deve consertar-se com o Criador, caso contrário, é um rebelde com relação à verdade bíblica.
Vejo pessoas que seguem pregadores caídos e cantores pervertidos. Digo somente algo, escute ou cante deles somente quando estavam com a vida em harmonia com Deus – após a rebelião, não tenha mais parte com eles, para não ser participante dos seus pecados.

É como Salomão, os escribas (convertidos) escreveram suas palavras até o momento em que este se manteve firme com Deus. Porém quando Salomão se desviou, este continuou tecendo provérbios e pensamentos, mas NÃO FORAM mais escritos.

No tocante a estes pregadores e cantores que estão no pecado, não digo que perderam a salvação (este é outro tema) – porém não servem como referencia para nós, sendo que aceitando este tipo de gente, abrimos a largada para uma corrida sem volta em direção a apostasia.


Que Deus vos abençoe e tenha misericórdia de nós! Lembrem-se, pregar ou cantar bonito, com letras bonitas não quer dizer nada – conhecemos a árvore é pelos frutos, pela conduta de vida, este é o perfeito louvor, quando estamos realmente na cruz.

Artigos relacionados:

Teu passado te condena
http://templojovemvirtual.blogspot.com.br/2014/04/teu-passado-te-condena-insistencia-de.html

As tempestades virão...
http://templojovemvirtual.blogspot.com.br/2013/11/as-tempestades-virao.html

Aprendendo a descansar em Deus

Quando as forças se acabam
http://templojovemvirtual.blogspot.com.br/2012/10/quando-as-forcas-se-acabam.html

É melhor ter uma cicatriz do que viver cultivando uma ferida

O Espírito Santo, meu melhor amigo.

A Importância de se frequentar a Igreja.


Não deixem de ir até o final do blog para ver artigos que são os mais acessados.

quarta-feira, 11 de junho de 2014

Lei da Palmada é fascista, diz filósofo Luiz Felipe Pondé.



Luiz Felipe Pondé, filósofo brasileiro de origem judaica, declarou que a Lei da Palmada é fascista, isto é, ditatorial. Com a Lei da Palmada, a ditadura socialista entra diretamente nos lares.


video


Enquanto o Brasil está distraído com a Copa do Mundo, o governo do PT deu um presente de grego. No exterior, ninguém está falando da aprovação dessa lei, pois uma questão grave ocupa as manchetes internacionais sobre o Brasil. Muitos noticiários dos EUA e outros países ocidentais tratam da pedofilia, mostrando como meninas brasileiras de 8, 9, 10 e 11 anos estão sendo vendidas para sexo com turistas e com brasileiros.
O Brasil vive uma cultura epidêmica de pedofilia. Não é de estranhar, pois, que uma atriz envolvida em filmagem pedofílica tenha sido escolhida para ser a madrinha da Lei da Palmada.
Não é de estranhar também que a Lei da Palmada e a rainha da erotização infantil tenham recebido aplausos de políticos corruptos que não teriam escrúpulo nenhum de aprovar leis para assassinar crianças por meio do aborto.
Se o Brasil fosse sério sobre proteção às crianças, Xuxa estaria na cadeia por incitação à pedofilia e Dilma e muitos de seus ministros estariam presos por incitação à violência e assassinato de crianças, pois o aborto nada mais é do que torturar uma criança até a morte.
Pondé acertou. O Brasil vive o fascismo e, no que depender dos fascistas, eles e seus camaradas pró-aborto e pró-pedofilia são “inocentes.” Para eles, os “culpados” são os pais que disciplinam os filhos para que não se transformem em fascistas pró-aborto e pró-pedofilia.
Fonte: Juliosevero

Comentário do Blog: Muito se fala desta lei recém aprovada, algo que tem gerado nos pais de família repulsa, independente da religião, a maioria dos pais não tem aprovado esta intromissão do governo nas família.
O fato é que a ideologia socialista (comunista) não respeita a família no padrão bíblico, pois para eles não passamos de “operários”, isto para não dizer escravos.

Querem controlar a taxa de natalidade, querem que nossos filhos sejam criados por eles, pois a intenção daqui para frente é a escola em tempo integral, “home school” jamais (para quem não sabe, esta é uma forma dos pais darem a educação escolar para seus filhos no lar), querem crianças ateias, comunistas, arrogantes, comunistas, humanistas, comunistas, esquerdistas, comunistas, comunistas, e por fim, comunistas! (Usei a forma judaica para reforçar algo importante que quero dizer).

Infelizmente, a maioria dos partidos políticos do Brasil é de ideal socialista (comunista).

OBS.: Não sou fã do Pondé, pois há muitas coisas que ele defende que sou contra, mas esta fala dele, com relação a esta famigerada Lei, foi inteligente.

domingo, 1 de junho de 2014

Inconstância, um mal que existe em nosso meio.


Tiago 4:4-9: Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus. Ou cuidais vós que em vão diz a Escritura: O Espírito que em nós habita tem ciúmes? Antes, ele dá maior graça. Portanto diz: Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes. Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós. Alimpai as mãos, pecadores; e, vós de mente dividida, purificai os corações. Senti as vossas misérias, e lamentai e chorai; converta-se o vosso riso em pranto, e o vosso gozo em tristeza. Humilhai-vos perante o Senhor, e ele vos exaltará.



É complicado lidar com pessoas, mas pessoas inconstantes são piores do que qualquer outro tipo.

Há pessoas que um dia querem ganhar o mundo para Jesus, ao passo que, no outro dia, estão tatuando o diabo no braço.

São complicados e não podemos depositar esperança neles, pois com a mesma paixão que se doam para fazer alguma coisa na obra de Deus, se opõe da mesma forma quando não querem mais andar com a igreja.

É uma situação difícil. Estes querem servir a “dois senhores”.

Há pessoas que estiveram ao meu redor que, oravam, pregavam, expulsavam demônios, faziam obras de caridade e de repente, largam tudo, não querem ler bíblia, não querem orar, querem é voltar para o mundo, usar drogas, fumar, beber, e para piorar, chamam as pessoas que um dia levaram à Cristo para segui-los.

Não sou daqueles que dizem, “Ah, ele não entendeu o evangelho, não entendeu a bíblia”.
Eu creio que muitos destes tiveram o contato com a verdade, com a luz, e foram convencidos que o que está na bíblia é o melhor, mas mesmo assim, optaram por não obedecer, são rebeldes, orgulhosos, amantes de suas vontades, arrogantes.

O pior problema do inconstante é que ele sabe o que é certo, mas não quer viver isto.

Deixe me explicar melhor, ele sabe que Cristo é a vida, mas para ter esta vida ele (o inconstante) tem que morrer para si mesmo, sendo que o inconstante não suporta esta idéia.

Por conhecer a verdade, mas não querendo aceita-la, acontece o “efeito sanfona” – o vai e volta.

Dependendo de alguma coisa que aconteceu, ele volta para igreja e quer ser benção, passa um tempo, ele esfria e sai.

Não são confiáveis.

É triste esta realidade, mas a igreja está cheia destes inconstantes – têm um caráter fraco, ruim, falho e não se deixam mudar. Mesmo que pedem ajuda, o fazem da boca para fora, não é sincero.

Creio na mudança, que Deus pode mudar este caráter ruim, mas é complicado, pois os inconstantes são “sem vergonha”, arrependimento neles é difícil de ocorrer, no máximo o que sentem é remorso, por isto, tendem a se desviar com mais facilidade do que outros.

Que Deus vos abençoe.


Obs.: Demorei para postar porque nesta semana nasceu minha filha (Lisa). Agora tenho dois filhos, o Avner de 3 anos e a Lisa de 1 semana (irmãos Cohen). Estou cuidando da minha esposa também, por isso o atraso em postar.


Artigos relacionados:
O crente pode casar-se com o descrente?
http://templojovemvirtual.blogspot.com.br/2012/09/o-crente-pode-casar-com-o-descrente.html
Alerta: suicídio entre os jovens
Drogas, um mal que querem legalizar no Brasil.
A bíblia é contra bebidas alcólicas?

domingo, 18 de maio de 2014

Graça sem cruz: Uma nova forma de se pregar o evangelho, sem mudar de vida.


É com pesar e uma dose de preocupação que vejo que certos líderes tem pregado um evangelho sem cruz, pegando a palavra graça e colocando-a como se fosse um aval para pecar.

Não existe evangelho sem cruz, e não digo somente a cruz de Cristo, digo que existe uma cruz que é a nossa (Mateus 16:24-27).

Muitos líderes não querem pregar sobre santidade, mudança de vida, transformação – o motivo é simples.

A igreja cresceu, porém o medo de perder “membros” ao pregar algo mais forte do que benção, salvação, amor de Deus, céu, prosperidade, os inibe, sendo que ao falar “este tipo de graça”, dão autorização para pessoa continuar com o tipo de vida que levam.

O arrependimento é descartado, bem como a mudança genuína de vida, pois afinal, “quem está na graça, é confortado sempre com o amor incondicional, sendo que a cruz, é só a de Jesus, não precisamos nos preocupar com mais nada, não precisamos mudar de vida”.

No meu tempo me foi ensinado pelos meus líderes que, era necessário sentir tristeza pelo pecado, vinculando isto ao arrependimento – porém com esta forma de graça que é ensinada, ouvir uma pregação sobre santidade pode ser algo que ofende este crente pecador.

Não sei quanto a você, mas não tem algo de errado com esta doutrina?

Vejamos o que diz a palavra de Deus: Judas 4b – “convertem em dissolução a graça do nosso Deus”.

Quanto a graça que permite o pecado na vida das pessoas, pregando uma “libertação total”, não carecendo de mudança de vida – vejamos o que a palavra diz – 2 Pedro 2:19Prometem-lhes liberdade, sendo eles mesmos escravos da corrupção; porque de quem um homem é vencido, do mesmo é feito escravo”.

Quanto a graça da predestinação, que independente do que fizermos, somos escolhidos e jamais teremos apagados o nome do livro da vida, pois afinal, “Deus não perde filho” – mesmo desviado, pecando, não seguindo a bíblia ao final seremos salvos – vejamos o que 1 João 2:2-6E ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo. E nisto sabemos que o conhecemos: se guardarmos os seus mandamentos. Aquele que diz: Eu conheço-o, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade. Mas qualquer que guarda a sua palavra, o amor de Deus está nele verdadeiramente aperfeiçoado; nisto conhecemos que estamos nele. Aquele que diz que está nele, também deve andar como ele andou”.

Somos salvos independente de qualquer obra, será? Tiago 2:24Vedes então que o homem é justificado pelas obras e não somente pela fé” – o próprio Paulo em Romanos, que é a carta que fala sobre justificação através da fé, tem a mesma visão em Romanos 2:6-7.

Não somos salvos pelas obras da Lei, mas se temos Cristo em nós, faremos as obras que ele fez e viveremos como ele viveu.

Poderia citar umas dezenas de textos refutando esta “graça sem cruz (nossa cruz)”, mas por não alongar o artigo, citarei mais um apenas:

1 Pedro 4:17-19 diz “Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus; e, se primeiro começa por nós, qual será o fim daqueles que são desobedientes ao evangelho de Deus? E, se o justo apenas se salva, onde aparecerá o ímpio e o pecador? Portanto também os que padecem segundo a vontade de Deus encomendem-lhe as suas almas, como ao fiel Criador, fazendo o bem”.

Conforme tudo que vimos acima, se você é um crente em pecado, arrependa-se, graça não é um salve conduto para a prática do pecado.

Se você ao ler este tipo de artigo se sente triste e frustrado por levar uma vida “achando que está salvo” mesmo vivendo em pecado sem arrependimento, eis o momento em refletir como estás andando.

Lembre-se do escrito em 1 Coríntios 11:27-32 – o sacrifício de Jesus é para nossa mudança, nascer de novo, ser nova criatura – não pise no sangue de Jesus (Hebreus 10:26-31), não fira o Espírito da graça.

Todos pecamos, e isto não nos tira da graça, porém quando aceitamos o pecado de forma comum em nossa vida, sem dor, vivendo sempre um Jesus “paz e amor”, isto é uma grande demonstração que nos falta nascer de novo, quem não nascer de novo não pode entrar no Reino de Deus.


Que Deus vos abençoe e sempre busquem a verdadeira graça de Deus, que liberta e não a “graça” que traz a libertinagem.


Artigos relacionados:

Teu passado ti condena
http://templojovemvirtual.blogspot.com.br/2014/04/teu-passado-te-condena-insistencia-de.html

As tempestades virão...
http://templojovemvirtual.blogspot.com.br/2013/11/as-tempestades-virao.html

Aprendendo a descansar em Deus

Quando as forças se acabam
http://templojovemvirtual.blogspot.com.br/2012/10/quando-as-forcas-se-acabam.html

É melhor ter uma cicatriz do que viver cultivando uma ferida

O Espírito Santo, meu melhor amigo.

A Importância de se frequentar a Igreja.


Não deixem de ir até o final do blog para ver artigos que são os mais acessados.

quarta-feira, 7 de maio de 2014

2ª Conferencia Templo Jovem - Tema: Jovens Santos Multiplicando para o Reino - Fotos e Vídeos


Na data de 25 à 26 de abril de 2014 aconteceu no Templo Jovem, nossa 2ª Conferencia de jovens com o tema "Jovens Santos Multiplicando para o Reino".

Tivemos a presença nosso grande amigo e pastor Jeff Fromholz (USA) que pregou nos dois dias.

Contamos com a presença da Banda Reino.

Eu (Samuel) também preguei, bem como nosso grupo de louvor ministrou.

Contudo nada valeria se não tivesse ali a presença do nosso Deus ministrando em nossos corações.

A galera do Templo Jovem, compareceu em peso, foi muito bom sentirmos o mover de Deus através desta conferencia nos chamando para a cada dia renovarmos nossa fé na palavra que emana de Deus para nós.

Segue algumas fotos e vídeos da Conferencia:



















Vídeos:



Até a próxima!!!

Que Deus vos abençoe.